Seguro de Vida para Vivos

 

Homens e mulheres, na maioria das vezes, não aceitam a palavra morte. Quando profissionais do ramo de investimentos oferecem a eles um seguro de vida, a corrida é quase certeira, afinal ‘isso eu pensarei quando ficar mais velho...”

O que a maioria não sabe é que a pouco mais de um ano, o Brasil passou a oferecer um seguro de vida resgatável, ou seja, você não precisa morrer para poder usufruir do prêmio.

O chamado universal life é um seguro que tem objetivos complementares ao do seguro de vida tradicional: a sobrevivência e a formação de um fundo de reserva para o segurado e/ou sua família.

E quais são as vantagens do seguro de vida tradicional e do resgatável? Para responder a essa pergunta, vamos falar das semelhanças e diferenças de ambos, assim, você perceberá que o raciocínio do ‘fim da vida’ será excluído de sua mente!

 

Semelhanças do Seguro de Vida Tradicional e Resgatável:

- Você deverá calcular todos os gastos da família para que o valor a ser pago pelo seguro e a indenização futura seja a mais próxima das necessidades. Nesse item é importante incluir:

* despesas atuais (moradia, alimentação, educação, por exemplo);

* despesas do evento – no caso de morte, essa despesa refere-se a funeral, inventário; e,

* despesas futuras - refere-se ao tempo que sua família levará para independência financeira.

- Estipular o tempo mínimo de investimento – 5,10,15,20 anos...

- No caso de invalidez total ou parcial por acidente o prêmio é pago.

 

Diferenças do Seguro de Vida Resgatável:

- O segurado pode resgatar o prêmio corrigido pela inflação + taxa de juros que varia entre 0 e 3%, de acordo com cidade e perfil do segurado, ainda em vida

- Não há necessidade de renovação, tão pouco de analise a cada “x” anos

- Ele pode ser transformado em um plano de previdência – VGBL ou PGBL

- O pagamento das parcelas pode ser feito em moeda americana, o que proporciona a abertura de uma conta no exterior e, promovendo, adicionalmente, a inclusão das taxas de espólio, menores do que as praticadas no Brasil.

- Em caso de falta de dinheiro para o pagamento das parcelas, você pode utilizar o excedente do seguro para pagar a parcela vigente; ou seja, é como se o seu rendimento pagasse o valor das parcelas.

E, o maior diferencial do seguro de vida resgatável, além da não necessidade de morte, está no fato do seguro ser incontestável. Você paga a apólice, você receberá o seguro de acordo com seu contrato.

O importante a ressaltar é que a sua segurança e de sua família, no momento de dificuldade, deve ser o principal gatilho para você utilizar seu dinheiro de maneira consciente, independente do tipo de ‘produto financeiro’ que você pretende utilizar.

Posts navigation

1 2 3 4